Introdução a Êxodo

Êxodo: Do Egito para a Presença de Deus

 

Tema de Êxodo

Um dos temas centrais de Êxodo é a presença de Deus. No começo do livro, Deus, em certo sentido, não está com o seu povo. Ele vê o que está acontecendo e desce para livrar o seu povo (Êx 2.23; 3.7-8). Deus chama Moisés e promete ir com ele (Êx 3.12). Assim, junto com Moisés, Deus manifesta o seu poder no Egito e tira o seu povo de lá (Êx 7—14). Deus acompanha o povo no deserto em uma nuvem durante o dia e coluna de fogo durante a noite e provê para o seu povo (Êx 13.21-22; 14.19-20; 16; 17). No trecho central do livro, Deus fala com todo o povo e manifesta o poder de sua presença no monte Sinai (Êx 19—20), dá instruções e os líderes de Israel comem diante de Deus (Êx 24.9-11). Depois disso, Moisés sobe para a presença de Deus no monte (Êx 24.12-18). Deus dá um passo para tornar a sua presença mais constante entre o povo e ordena a Moisés que se construa uma tenda para Ele, o tabernáculo (Êx 25—31). Enquanto Moisés está no monte, o povo fica impaciente e peca gravemente contra Deus no caso do bezerro de ouro, o povo quer fazer algo físico que simbolize a presença de deuses entre eles (Êx 32). Deus, então, decide não mais ir junto com o povo (Êx 33.3). Moisés clama a Deus por sua presença (Êx 33.15-16). Deus concorda em ir junto e ainda passa diante de Moisés para que este experimente a bondade de Deus (Êx 33.17—34.9). Assim, o tabernáculo é construído (Êx 35—39) e a glória do Senhor encheu o mesmo e a nuvem e a coluna de fogo continuaram em meio ao povo (Êx 40). Essa presença de Deus entre o povo implica em santidade, obediência e culto por parte do povo e direção, punição e graça da parte de Deus.

Jesus Cristo em Êxodo

Anos mais tarde, esse tabernáculo virou um templo e uma cidade na época de Davi e Salomão. Ambos foram destruídos pelos babilônios por causa da idolatria do povo. Deus trouxe o povo de volta à cidade santa e o povo construiu outro templo (Esdras, Ageu). Este é novamente destruído e erguido por Herodes e destruído depois do povo de Deus matar o Messias. Este Messias, Jesus, é o próprio templo (João 2) e aquele que transforma a sua igreja em templo, tanto individual quanto, mais importante, comunitariamente (1Co 6.19; 1Tm 3.15; 1Pe 2.5; Ef 3.19-20). Em um dia futuro, Jesus e trará em sua companhia a Jerusalém celestial, sua noiva, e de uma vez por todas: “ Eis o tabernáculo de Deus com os homens. Deus habitará com eles. Eles serão povos de Deus, e Deus mesmo estará com eles” (Ap 21.3).

Esboço de Êxodo

1—15 Deus liberta o seu povo do sofrimento e da escravidão
16—18 Deus manifesta o seu poder e provisão no deserto
19—24 Deus se revela ao povo e aos líderes
25—31 Moisés recebe instruções sobre o tabernáculo na presença de Deus
32—34 Apesar da total indignidade do povo, Deus graciosamente decide acompanhá-lo
35—40 O tabernáculo é construído

Lista de outros temas importantes em Êxodo

  • Aliança
  • Arte
  • Culto
  • Desobediência
  • Deus é superior a outros deuses
  • Deus se revela
  • Disposição e voluntariedade
  • Escravos de Deus
  • Libertação
  • Liderança
  • Mandamentos
  • Mediador
  • Obediência
  • Opressão
  • Oração
  • Poder de Deus
  • Presença de Deus
  • Profeta
  • Provisão de Deus
  • Reino
  • Riqueza
  • Sacerdote
  • Sacrifícios
  • Serviço
  • Tabernáculo
  • Vocação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s