Não seja enganado: O Cristianismo e o Espiritismo são Opostos. O Cristianismo é de Deus, o Espiritismo não.

 

O Brasil é um país com alto nível de sincretismo religioso. Infelizmente, é comum ver igrejas cristãs adotando práticas comuns a diferentes ramos do Espiritismo e é comum ver terreiros espíritas querendo se autonomear de cristãos, ou sorrateiramente arrogando para si um vínculo com Jesus Cristo. A Bíblia deixa claro, no entanto, que o Espiritismo e o Cristianismo absolutamente não são a mesma coisa, são opostos. É comum ver a Bíblia vinculando pessoas más com atividades espíritas e de ocultismo, casos do rei Manassés (2Crônicas 33.1-6) e do rei Saul depois de ter sido abandonado por Deus (1 Samuel 28.8-19; 1 Crônicas 10.13-14).

A lei de Israel deixava bem claro: “Quando vocês tomarem posse da terra que o Senhor, nosso Deus, está dando a vocês, não imitem os costumes nojentos dos povos de lá. Não ofereçam os seus filhos em sacrifício, queimando-os no altar. Não deixem que no meio do povo haja adivinhos ou pessoas que tiram sortes; não tolerem feiticeiros, nem quem faz despachos, nem os que invocam os espíritos dos mortos. O Senhor Deus detesta os que praticam essas coisas nojentas e por isso mesmo está expulsando da terra esses povos, enquanto vocês vão tomando posse dela” (Deuteronômio 18.9-12, NTLH). A invocação de mortos é considerada tão errada por Deus, que na lei de Israel havia pena de morte para aqueles que a praticassem: “O homem ou mulher que sejam necromantes ou sejam feiticeiros serão mortos; serão apedrejados; o seu sangue cairá sobre eles.” (Levítico 20.27, ARA).

Entre os diversos outros textos bíblicos que abordam esse assunto, um é bastante conhecido, o texto “natalino” de Isaías 9.1-7:

 

1 Mas para a terra que estava aflita não continuará a obscuridade. Deus, nos primeiros tempos, tornou desprezível a terra de Zebulom e a terra de Naftali; mas, nos últimos, tornará glorioso o caminho do mar, além do Jordão, Galileia dos gentios. 2 O povo que andava em trevas viu grande luz, e aos que viviam na região da sombra da morte, resplandeceu-lhes a luz. 3 Tens multiplicado este povo, a alegria lhe aumentaste; alegram-se eles diante de ti, como se alegram na ceifa e como exultam quando repartem os despojos. 4 Porque tu quebraste o jugo que pesava sobre eles, a vara que lhes feria os ombros e o cetro do seu opressor, como no dia dos midianitas; 5 porque toda bota com que anda o guerreiro no tumulto da batalha e toda veste revolvida em sangue serão queimadas, servirão de pasto ao fogo. 6 Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz; 7 para que se aumente o seu governo, e venha paz sem fim sobre o trono de Davi e sobre o seu reino, para o estabelecer e o firmar mediante o juízo e a justiça, desde agora e para sempre. O zelo do Senhor dos Exércitos fará isto. (Isaías 9.1-7)

 

Qual é a ligação desse texto com o espiritismo?

Esse texto apresenta a solução para uma terra que estava em aflição, trevas (v. 1 e 2) e opressão (v. 7). O que havia causado essa situação? Veja o que diz o capítulo anterior: “Algumas pessoas vão pedir que vocês consultem os adivinhos e os médiuns, que cochicham e falam baixinho. Essas pessoas dirão: “Precisamos receber mensagens dos espíritos, precisamos consultar os mortos em favor dos vivos!” (Isaías 8.20). A prática de um tipo de Espiritismo havia levado Israel a uma situação de trevas, assim como acontece no Brasil. Enquanto a nação de Judá era governada por líderes envolvidos com o ocultismo, o resultado eram trevas terríveis.

O nosso texto propõe que a única solução possível para aquela situação era uma intervenção de Deus. O próprio Deus resplandeceria a sua luz (v. 2) e traria a alegria de volta (v. 3). Deus promete que faria isso acabando com a opressão (v. 4) e com a guerra (v. 5). Como é possível que Deus transforme de maneira tão radical a uma nação? Como é possível que Deus transforme trevas em luz, choro em riso, opressão em alívio e guerra em paz?

A resposta está nos versículos famosos de Isaías 9.6-7: “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz; para que se aumente o seu governo, e venha paz sem fim sobre o trono de Davi e sobre o seu reino, para o estabelecer e o firmar mediante o juízo e a justiça, desde agora e para sempre. O zelo do Senhor dos Exércitos fará isto.

Jesus, o menino que nasceu da virgem Maria; Jesus, aquele que governa nos céus; Jesus, aquele que voltará para tornar o seu reino visível na terra; Jesus, o maravilhoso conselheiro, Deus forte, Pai da eternidade e príncipe da paz é o rei que trará justiça perfeita para essa terra! A solução para uma nação chafurdada nas trevas do espiritismo é Jesus Cristo. A única solução para vidas que se encontram oprimidas debaixo do poder do Diabo e seus demônios é Jesus Cristo. O não abandono das práticas espíritas resulta em condenação da parte de Deus (Gálatas 5.19-21; Apocalipse 21.8; 22.15).

Jesus tem poder para libertar os seres humanos de toda opressão do mundo, da carne e do Diabo e ele oferece salvação para todos, inclusive kardecistas, umbandistas, candomblecistas, quimbandistas, vuduistas e todos os demais homens e mulheres que se encontram presos nas trevas da prática do ocultismo e espiritualismo. O Cristianismo e o Espiritismo são opostos. Somente o cristianismo é de Deus. Há um só caminho para Deus: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.” (João 14.6)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s