Guarda o Teu Coração! (Provérbios 4.23)

Lev-Pv4_23
Guia de Passagem. Logos Bible Software.

Porque Salomão ensinou o seu filho que este deveria guardar o coração mais do que tudo? O que significa “guardar o coração” e como fazemos isso? Este post visa a responder essas perguntas. Vejamos Provérbios 4.23 em diversas versões:

 

ARA Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o coração, porque dele procedem as fontes da vida.

ARC Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as saídas da vida.

NTLH Tenha cuidado com o que você pensa, pois a sua vida é dirigida pelos seus pensamentos.

NVI Acima de tudo, guarde o seu coração, pois dele depende toda a sua vida.

 

Vivendo tão distantes da época de cultura dessa texto, corremos o risco de interpretarmos o mesmo com referentes de nossa época e perder a riqueza da mensagem que o texto originalmente estava comunicando. O que é coração? O que é guardar o coração? O que são as fontes da vida? A palavra hebraica para coração, לֵב(lev, coração), aparece 97 vezes em Provérbios! Coração aparece como paralelo de ouvido (2.2), alma (2.10), da pessoa e da língua (15.7). O coração também aparece traduzido como sabedoria (8.5), senso (9.4), entendimento (15.21) e alma (15.32). É o coração quem tem entendimento (2.2), sabedoria (2.10), que guarda os mandamentos (3.1), em que são escritas a benignidade e a fidelidade (3.3), guarda as palavras, busca o conhecimento (15.14), medita o que vai responder (15.28) e planeja (16.1, 9). Do coração também vem a fé (3.5) e a pureza (22.11). Toda espécie de sentimento também está vinculada ao coração: ansiedade (12.25), doença por causa da esperança adiada (13.12), amargor (14.10), dor (14.13), calma (14.30), alegria e tristeza que deixa marcas no rosto (15.13). O coração é é remédio (17.22), sente aflição (25.20) e é a fonte daquilo que falamos (15.7; 16.23; 23.33).

Lev-Traducao
Traduções de Lev na versão ESV. Estudo de Palavras. Logos Bible Software.

Os pecados também aparecem ligados ao coração: é ele quem despreza a disciplina, em quem há perversidade (6.14, 17.20), que trama projetos iníquos (6.18), de onde vem astúcia (7.10), onde há fraude (12.20), proclama a estultícia (12.23), é infiel (14.14), arrogante (16.5, 18.12, 21.4), se ira contra o Senhor (19.3), fica sujo pelo pecado (20.9), exercita o conhecimento (22.17; 23.12), sente inveja (23.17), maquina violência (24.2), abriga abominações (26.25). Infelizmente, o coração humano tem uma tendência natural para o mal: “A estultícia está liga ao coração da criança” (22.15). Por causa dessa situação grave do coração, Salomão diz que o coração dos perversos vale mui pouco (10.20) e os perversos de coração, diferente dos prudentes, são abomináveis para o Senhor (11.20). Adulterar é estar fora do coração (6.32), o jovem que se deixa ir por esse caminho é carente de coração (7.7) e está dirigindo o coração para os caminhos da mulher adúltera (7.25).

Em suma, a partir desses textos conclui-se que o coração do homem é espiritualmente doente e tendente ao pecado. No entanto, temos solução no livro que Provérbios, que afirma que o Senhor revela o coração (15.11), prova o coração (17.3), dirige o coração (21.1), sonda o coração (21.2), pesa o coração (24.12), o homem de Inteligência sabe descobrir o coração do homem (20.5).

 

Feliz o homem constante no temor de Deus; mas o que endurece o coração cairá no mal. (28.14)

O que confia no seu próprio coração é insensato, mas o que anda em sabedoria será salvo. (28.26)

Como na água o rosto corresponde ao rosto, assim, o coração do homem, ao homem. (27.19)

 

Em Provérbios, portanto, o coração é a fonte de nossos sentimentos, vontades, razão, santos e pecaminosos. É a sede tantos dos nossos pecados, quanto de nossa santidade. Endurecer o coração é ir contra o temor do Senhor e confiar no coração e insensatez. Somos aquilo que o nosso coração é.

Quando somos ordenados a guardar o nosso coração como a coisa mais importante a se fazer, portanto, é porque o nosso coração é como que a nossa torre de controle, o centro de comando que define quem somos. Todo o que somos, sentimos, desejamos, falamos, pensamos e cremos, ou seja, nossas fontes da vida brotam do nosso coração. Assim, o que deve nos preocupar acima de tudo é, guarda o teu coração. A última pergunta é: como fazemos para guardar o coração?

Para ficar apenas nos conceitos do Provérbios, a resposta é: teme ao Senhor. Aprenda e reconheça quem é Deus constantemente e tema-o (tenha medo dele). Além disso, aplique-se à Sabedoria por meio da instrução que o próprio livro de Provérbios dá. Aceite o convite da Sabedoria, que é Cristo. Peça ao Senhor para revelar, pesar, sondar e dirigir o teu coração e, então, pratique a sabedoria de forma prática, ou seja, viva uma vida agradável aos olhos de Deus. “Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as saídas da vida”.

Lev-Pesquisa
Todas as ocorrências de Lev em Provérbios. Pesquisa Bíblia. Logos Bible Software.

 

Originalmente publicado em portugues.logos.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s