Tudo nosso. Nós de Cristo. E Cristo de Deus. (1 Coríntios 3.18-23)

18   Ninguém se engane a si mesmo: se alguém dentre vós se tem por sábio neste século, faça-se estulto para se tornar sábio. 19   Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; porquanto está escrito: Ele apanha os sábios na própria astúcia deles. 20   E outra vez: O Senhor conhece os pensamentos dos sábios, que são pensamentos vãos. 21   Portanto, ninguém se glorie nos homens; porque tudo é vosso: 22   seja Paulo, seja Apolo, seja Cefas, seja o mundo, seja a vida, seja a morte, sejam as coisas presentes, sejam as futuras, tudo é vosso, 23   e vós, de Cristo, e Cristo, de Deus. (1 Coríntios 3.18-23)

Design inteligente. Apologética. Grupos de empresários cristãos. Estudos literários e linguísticos avançados visando à exegese. Arqueologia. Academia teológica. Igrejas e pastores “cool“. Todos esses fenômenos são bons (uns mais outros menos) e têm gerado frutos para o reino, mas podem ser mal direcionados, tendo o objetivo errado de tirar do evangelho a loucura que ele intrinsecamente carrega. Nós, cristãos, continuamos sendo tentados a pensar que somos sábios segundo os padrões desta era.

É contra isso que Paulo está lutando nestes versos finais do capítulo três de 1 Coríntios. O texto começa com uma exortação contra o auto-engano: “Não se enganem” (NVI). Contra qual risco exatamente Paulo está advertindo os cristãos coríntios? “Se algum de vocês pensa que é sábio segundo os padrões desta era, deve tornar-se louco, para que se torne sábio” (NVI)! Querido amigo cristão, tudo em nossa sociedade vai fazer você querer parecer sábio e esperto segundo os padrões sociais. Você será pressionado a ser estudado, pós-graduado, cabeça aberta para a inovações morais, alguém que coloque a ciência acima da Bíblia e alguém que não é bitolado em seu cristianismo.

Não se engane. O momento e que você fizer isso, você estará comprometendo seu cristianismo e seu testemunho. Deus não te chamou para ser popular e “legalzão”, mas para ser CRISTÃO. Portanto, tome toda a coragem que vem do Espírito e apresente-se ao mundo, em todos os lugares como cristão. Sim, as pessoas acharão que você é um louco, mas para aqueles que forem chamados por Deus o evangelho falado e vivido por você será o poder de Deus e a sabedoria de Deus.

No versículo 19, Paulo apresenta a razão dessa exortação: “Porque a sabedoria deste mundo é loucura aos olhos de Deus”. Loucura!! Toda ciência, filosofia, descobertas, tecnologia… É tudo loucura aos olhos de Deus!! Se essas coisas estiverem distantes daquele que dá razão a tudo e é a razão de tudo, elas, em si mesmas, são delírios e desvarios. O apóstolo apresenta bases bíblicas para a sua afirmação. A primeira citação é tirada de Jó 5.13 e a segunda do Salmo 94.11. Ambos os textos mostram que não há compatibilidade entre Deus e aqueles que são sábios segundo os padrões da sociedade humana.

Paulo demonstrou, como já fizera nos capítulos anteriores, o antagonismo que existe entre o conhecimento e sabedoria do mundo e o próprio Deus. Agora, ele aplica isso afirmando aos coríntios que, por causa disso, eles não deveriam se gloriar em homens. A questão é que os coríntios estavam usando características humanas e mundanas para avaliar seus pregadores e isso é errado.

Ao argumento final do capítulo 3 para desmotivar a atitude de escolher um pregador em detrimento do outro é que todas as coisas pertencem aos cristãos: pregadores (seja Paulo, seja Apolo, seja Pedro), a vida, a morte, o presente ou o futuro (NVI).

A conclusão de Paulo é: Tudo pertence aos cristãos. Os cristãos pertencem a Cristo. E Cristo pertence a Deus. Aqui a ordem estabelecida na criação volta a acontecer. A criação pertence aos homens – não mais a Satanás, nem àqueles que usam dela e a estudam sem reconhecer o Criador – mas aos cristãos. Estes, foram adquiridos, resgatados e transformados por Cristo e, portanto, lhe pertencem. E Cristo, sendo o Filho, pertence a Deus.

Tudo é de vocês. Vocês são de Cristo. Cristo é de Deus. Portanto, (1) não corram atrás de coisas deste mundo para parecerem mais sábios (ou descolados). (2) Amem e falem do evangelho, pois a verdadeira sabedoria está nele. (3) Não se gloriem em homens ou em seus feitos. (4) Sintam-se satisfeitos e seguros, pois tudo é de vocês e vocês são de Cristo. (5) Glorifiquem a Deus, “porque dele, e por meio dele, e para ele são todas as coisas. A ele, pois, a glória eternamente. Amém!” (Rm 11.26)

Oração: Perdoa-nos, Senhor, pois por vezes caímos na tentação de impressionarmos as pessoas por meio da sabedoria desta era: modo de nos vestirmos, modo de nos comportarmos, demonstração de conhecimento e autossuficiência. Tentamos ganhar a simpatia das pessoas com os mesmos métodos daqueles que não te conhecem. Ajuda-nos a entender, que a nossa suficiência, em todas as áreas, vem do evangelho. Dispõem-nos para sermos loucos neste mundo a fim de sermos verdadeiramente sábios aos teus olhos. Obrigado porque tudo é nosso! Obrigado pelo privilégio de pertencermos a Cristo. Nele. Amém.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s