O Salmo 119 não é só o maior salmo da Bíblia

Psalm-119-in-Hebrew-259x300[1]               É mais comum fazermos brincadeiras com o tamanho do Salmo 119 do que sermos abençoados pelo seu conteúdo! Isso acontece por ser ele o maior dos salmos, com 176 versículos. Fica difícil ler este salmo “em uma sentada”, como deveríamos fazer para entendê-lo. Essa meditação visa trazer à tona alguns ensinamentos desse precioso Salmo e motivar você a ler o Salmo 119 inteiro e ouvir a voz de Deus em sua Palavra.

O Salmo 119 é um acróstico. Uma poesia em que cada nova linha começa com uma das letras do alfabeto hebraico, em ordem alfabética. Como se pode ver na imagem do lado, o salmista dedica oito linhas para cada letra do alfabeto hebraico. Quase todos os versículos do Salmo 119 contém um nome para se referir à Bíblia (menos os versículos 84, 90, 121, 122 e 132) e mostram alguma utilidade ou característica da Palavra de Deus. Os nomes usados para a Bíblia no Salmo 119 são os seguintes (alguns desses normalmente aparecem no plural):

  • Torá (תּוֹרָה): normalmente traduzido como lei, essa palavra hebraica significa direção, instrução. Meu professor de hebraico, Rev. Sebastião Arruda definia como os ensinos que um pai amoroso dá ao seu filho amado.
  • Edot (עֵדָה): testemunho, obrigação solene.
  • Adah (עֵדָה): testemunho, prescrição.
  • Roq (חֹק): decreto, preceito, estatuto, algo prescrito, obrigação.
  • Mitsvah (מִצְוָה): mandamento, ordem, código de lei.
  • Mishpat (מִשְׁפָּט): juízos, julgamento.
  • Davar (דָּבָר): palavra, fala dos lábios.
  • Picud (פִּקּוּד): preceitos, responsabilidades

O Salmo 119 tem muito mais a oferecer do que as três lições que veremos aqui, que são (1) a necessidade de iluminação para ler as Escrituras, (2) a santidade que a Palavra produz em nós e (3) a esperança que a Bíblia nos dá em meioàs dificuldades da vida.

NECESSIDADE DE ILUMINAÇÃO – Vários versículos do salmo mostram a necessidade que qualquer um tem da graça de Deus para entender a Bíblia. O salmo deixa claro que a não ser que o próprio Deus te dê entendimento, você não vai compreender a Bíblia. Note como o salmista era consciente dessa necessidade:

  • v. 18 Desvenda os meus olhos, para que eu contemple as maravilhas da tua lei;
  • v. 34 Dá-me entendimento, e guardarei a tua lei; de todo o coração a cumprirei;
  • v. 125 Sou teu servo; dá-me entendimento, para que eu conheça os teus testemunhos.

SANTIFICAÇÃO – Uma vez que tenhamos pedido a Deus iluminação e entendimento para compreender Sua Palavra, precisamos nos aproximar dela sabendo que ela é o meio escolhido por Deus para nos fazer mais parecidos com Ele. A Bíblia não é um manual de filosofia ou teologia que visa nos tornar mais conhecedores, mas ela é a Palavra de Deus que nos torna mais santos, sábios, prudentes e conhecedores. Ela é um dos meios que Deus escolheu para nos abençoar e purificar. Essa é uma das lições contidas no maior dos salmos:

  • v. 7 Render-te-ei graças com integridade de coração, quando tiver aprendido os teus retos juízos.
  • v. 9 De que maneira poderá o jovem guardar puro o seu caminho? Observando-o segundo a tua palavra.
  • v. 11 Guardo no coração as tuas palavras, para não pecar contra ti.
  • v. 98 Os teus mandamentos me fazem mais sábio que os meus inimigos; porque, aqueles, eu os tenho sempre comigo.
  • v. 99 Compreendo mais do que todos os meus mestres, porque medito nos teus testemunhos.
  • v. 100 Sou mais prudente que os idosos, porque guardo os teus preceitos.
  • v. 105 Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e, luz para os meus caminhos.
  • v. 67 Antes de ser afligido, andava errado, mas agora guardo a tua palavra.

 

O Salmo 119 confirma a verdade que encontramos na oração sacerdotal de Jesus: Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade.” (João 17.17)

 

ESPERANÇA E FORÇA EM MEIO À TRIBULAÇÃO – O Salmo 119 também fala bastante acerca do sofrimento do cristão. O salmista estava enfrentando grandes lutas quando escreveu essa oração e em diversos versículos ele fala sobre a capacidade que a Bíblia tem de transformar e fortalecer aqueles que estão sofrendo lutas e aflições. Veja:

  • v. 25 A minha alma está apegada ao pó; vivifica-me segundo a tua palavra.
  • v. 28 A minha alma, de tristeza, verte lágrimas; fortalece-me segundo a tua palavra.
  • v. 50 O que me consola na minha angústia é isto: que a tua palavra me vivifica.
  • v. 51 Os soberbos zombam continuamente de mim; todavia, não me afasto da tua lei.
  • v. 52 Lembro-me dos teus juízos de outrora e me conforto, ó SENHOR.
  • v. 71 Foi-me bom ter eu passado pela aflição, para que aprendesse os teus decretos.
  • v. 75 Bem sei, ó SENHOR, que os teus juízos são justos e que com fidelidade me afligiste.
  • v. 76 Venha, pois, a tua bondade consolar-me, segundo a palavra que deste ao teu servo.
  • v. 92 Não fosse a tua lei ter sido o meu prazer, há muito já teria eu perecido na minha angústia.
  • v. 107 Estou aflitíssimo; vivifica-me, SENHOR, segundo a tua palavra.
  • v. 143 Sobre mim vieram tribulação e angústia; todavia, os teus mandamentos são o meu prazer.
  • v. 157 São muitos os meus perseguidores e os meus adversários; não me desvio, porém, dos teus testemunhos.

 

ATITUDES RECOMENDADAS – A Bíblia é a nossa bússola, o nosso porto seguro, o meio através do qual conhecemos e nos relacionamos melhor com Deus e com Jesus Cristo, aquela que nos consola e santifica. Sendo assim, nossa atitude para com a Bíblia deve ser uma atitude de amor intenso. Devemos voltar a ser reconhecidos como o povo do livro. Devemos meditar e amar a Palavra de Deus. Veja as declarações intensas de amor e necessidade que o salmista fez a respeito da Bíblia:

  • v. 15 Meditarei nos teus preceitos e às tuas veredas terei respeito.
  • v. 20 Consumida está a minha alma por desejar, incessantemente, os teus juízos.
  • v. 24 Com efeito, os teus testemunhos são o meu prazer, são os meus conselheiros.
  • v. 47 Terei prazer nos teus mandamentos, os quais eu amo.
  • v. 54 Os teus decretos são motivo dos meus cânticos, na casa da minha peregrinação.
  • v. 62 Levanto-me à meia-noite para te dar graças, por causa dos teus retos juízos.
  • v. 97 Quanto amo a tua lei! É a minha meditação, todo o dia!
  • v. 136 Torrentes de água nascem dos meus olhos, porque os homens não guardam a tua lei.
  • v. 147 Antecipo-me ao alvorecer do dia e clamo; na tua palavra, espero confiante.
  • v. 148 Os meus olhos antecipam-se às vigílias noturnas, para que eu medite nas tuas palavras.
  • v. 162 Alegro-me nas tuas promessas, como quem acha grandes despojos.
  • v. 164 Sete vezes no dia, eu te louvo pela justiça dos teus juízos.
  • v. 167 A minha alma tem observado os teus testemunhos; eu os amo ardentemente.
  • v. 172 A minha língua celebre a tua lei, pois todos os teus mandamentos são justiça.

Nosso desprezo pelo Salmo 119 é a evidência de um problema muito sério: o desprezo, na prática, pela Palavra de Deus. Assim, ouçamos a vós de Deus por meio de seu apóstolo e cumpramos: desejai ardentemente, como crianças recém-nascidas, o genuíno leite espiritual, para que, por ele, vos seja dado crescimento para salvação (1 Pedro 2:2). Ame a Bíblia, leia-a, medite nela, seja consolado e transformado por Deus por meio de sua Palavra.

 

3 comentários sobre “O Salmo 119 não é só o maior salmo da Bíblia

  1. Antônio Medeiros disse:

    Muito bom esse ensino, desde muito jovem meditei no Salmo 119 principalmente o verso 9. Como eu morava no interior, sai muito cedo da casa de meus pais para estudar na cidade e como não tinha ninguém que pudesse me orientar em muitas questões da vida, eu recorria a Palavra de Deus. Isso fez de mim o homem que sou hoje.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s