FILIPOS: UMA IGREJA MISSIONÁRIA

ImageTambém, irmãos, vos fazemos conhecer a graça de Deus concedida às igrejas da Macedônia; porque, no meio de muita prova de tribulação, manifestaram abundância de alegria, e a profunda pobreza deles superabundou em grande riqueza da sua generosidade. Porque eles, testemunho eu, na medida de suas posses e mesmo acima delas, se mostraram voluntários, pedindo-nos, com muitos rogos, a graça de participarem da assistência aos santos. E não somente fizeram como nós esperávamos, mas também deram-se a si mesmos primeiro ao Senhor, depois a nós, pela vontade de Deus… (1 Coríntios 8.1-5)

 

Atos 16.11-40 narra a obra de Paulo ao plantar a igreja de Filipos. Não foi fácil! Depois de ter curado uma jovem possessa de um espírito adivinhador foi preso e recebeu muitos açoites com varas, após isso foi levado ao cárcere interior (lugar sem luz, sem banheiro, com bichos, mal cheiroso) e teve seus pés presos no tronco. Lídia e sua casa, o carcereiro e sua casa e outras pessoas de converteram e ali nasceu uma Igreja que tinha um relacionamento muito especial com o apóstolo, como vemos na carta aos filipenses e no testemunho que Paulo deu sobre eles aos coríntios. Apesar de sua tribulação (Fp 1.29-30), Filipos era cooperadora no evangelho (1.5) e participante da graça com Paulo (1.7). Que atitudes os filipenses tinham que os transformaram em exemplo de igreja missionária?

 

Deram-se a si mesmos: como Paulo falou aos coríntios, os filipenses “deram-se a si mesmos primeiro ao Senhor e depois a nós, pela vontade de Deus”. Quando lemos Fp 2.25-30, vemos que  Igreja sentia carência de ajudar Paulo (2.30), mas a igreja ficavam 2.150 Km de distância da prisão onde Paulo estava. A Igreja resolveu este problema enviando junto com a oferta financeira uma oferta humana: Epafrodito. Ele foi enviado pela Igreja para ser um, auxiliar de Paulo. Era alguém mui amado e estimado pela Igreja, talvez um diácono especial. Foi enviado a Paulo para ser irmão, cooperador e companheiro de lutas. Além de Epafrodito, vemos em 4.2-3 que Evódia, Síntique, Clemente e outras pessoas daquela igreja mereceram o título de cooperadores e pessoas que se esforçaram junto com Paulo no evangelho. Com todas estas evidências, fica claro que houve envolvimento pessoal daquela igreja na obra missionária do apóstolo Paulo.

 

Na medida de suas posses e mesmo acima delas se mostraram voluntários: talvez pela pobreza daquela igreja, Paulo não lhes havia pedido ajuda financeira, então eles “pediram com muitos rogos a graça de participarem da assistência aos santos”. Eram pobres e perseguidos, mas, como vemos em Fp 4.10-19 renovaram seu cuidado por Paulo, associaram-se na sua tribulação, mandaram não uma vez, mas duas o bastante para as necessidades de Paulo quando estava em Tessalônica. Era uma igreja, como qualquer outra, onde havia orgulho e problemas interpessoais que resultavam de falta de união e havia também o assédio dos falsos mestres, ainda assim, mesmo com tais problemas, era uma igreja viva, vibrante, fiel, a ponto de ser descrita por Paulo assim: “meus irmãos, amados e mui saudosos, minha alegria e coroa, sim, amados…”. Filipos envolvia-se financeiramente na obra missionária.

 

E você? Qual tem sido o teu envolvimento pessoal na obra missionária? Qual tem sido o teu envolvimento financeiro na obra de levar Jesus aos confins do mundo? A obra missionária precisa de cooperadores, você não se sente incomodado para fazer pessoalmente alguma coisa? Você sabia que ode ser útil em um campo missionário, ainda que seja por uma semana? Qual tem sido o seu envolvimento financeiro? Na medida das suas posses? Acima delas? Você tem pedido com rogos a graça de participar da assistência aos santos? Faça você alguma coisa! E quando cada um fizer, então a nossa Igreja, como Filipos, será um exemplo a ser seguido. Participe! Contribua! Para que venha o reino! Para a glória de Deus!

 

Rev. João Paulo Thomaz de Aquino

Um comentário sobre “FILIPOS: UMA IGREJA MISSIONÁRIA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s